segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Na época da Ditadura Militar


Fazendo plano de aula para os meus alunos sobre a ditadura militar, fique uma curiosidade sobre como seria um cidadão comum naquela época.
A pessoas mais próxima que eu poderia ter um depoimento era do meu pai, ele é um senhor chegando nas casas dos oitentas anos e na época ele vivia no Rio de Janeiro, seu depoimento foi mais ou menos nestas palavras:
“Bem Thiago, eu não vivia não pertencia a nenhuma organização contra a ditadura e nenhum partido politico, mas para não dizer que não me aconteceu nada, houve um evento. Na época qualquer soldadinho raso se achando o dono da lei, teve uma vez que um desses soldados me pararam na estrada. Eles viram que os meus documentos estão em ordem, para não dizer que me pararam atoa, eles ficaram dando volta no meu carro (na época devia ser um fusca) e puxaram o selo da placa do carro, soltando o arame. Eles comentaram que a placa do carro do meu pai estava solta e eu disse: “Mas isso é impossível, eu lavei o meu carro mais cedo estava tudo normal”. os soldados logo protestaram e responderam: “O senhor ta discordando de uma ordem nosso, nós somos a lei neste país.” Nós conversamos um pouco e no final para eu não levar uma multa, eu tiver que pagar dez paus para ele”.
Bem nesta época deveria ter sido na década de 70, feito depois do então temido AI – 5, onde qualquer policial podia prender uma pessoa sempre precisar de ter uma acusação. E o dinheiro na época dever ser Cruzado, ou Cruzeiro, ou Cruzado Novo, isso eu não lembro direito.
Esse depoimento é uma prova, para essas pessoas que acha que não tem nada haver com a política e que ela ela não influencia na sua vida, INFLUÊNCIA SIM, SUA ANTA, ACORDA PRA VIDA, O LESADO.
Só isso…
Fui..

PS: Minha veia de historiado puxando nesta hora.

3 comentários:

  1. militares são estúpidos em qualquer lugar do mundo e numa ditadura, se tornam piores!

    ResponderExcluir
  2. Isto foi o mínimo perto do que eles faziam ...

    ResponderExcluir

Comenta alguma coisa ai...