segunda-feira, 13 de agosto de 2012

O CANADESSE



Na verdade a minha noite de sábado era para eu ficar em casa lendo "Cinquenta tons de cinzas".
Mas o Igor, me liga querendo que eu vá num Jantar Dançante com ele. Até ai, tudo bem, me arrumei, coloquei aquela blusa xadrez, com calça jeans e o all star que acabei de lavar, pois all star surjo e legal, encardindo e nojento.
Peguei moto-taxi (morrendo de medo de andar de moto) cheguei no salão de festa da igreja onde ocorria o tal jantar.
La dentro, nada de mais, rolando os clássicos do bolero em ritmo do forro, varias pessoas de mais idade mexendo os esqueletos, um vinhosinho mioranza para acalmar minha amiga metaleira que estava a ponto de surta (nem sei por que ela estava lá), o jantar, prometido para as dez horas, só saiu depois da meia-noite. Meu amigo Igor dançando no meio das pessoas, no final saiu de lá levando um copo Nadir Figueredo pois "não queria larga o copo pela metade".
Após o jantar dançante, descemos no centro da cidade, minha amiga metaleira foi pro bar dos metaleiros, eu e Igor ficamos andando no centro, até que encontramos com André.
Ok, André é um amigo apaixonado pela língua inglesas, trabalhou num cruzeiro e hoje é recepcionista de um grande hotel da cidade.
André estava com um recém amigo canadense que conhecemos, Derek, ele estava aqui de passagem para trabalho, devido á exposição (um festival de rodeio que tem shows sertanejo como Paula Fernandes, Michel Telo e outras duplas sertanejas que não me lembro o nome... ah e teve Patati Patata no domingo) os amigos canadenses dele foram e ele ficou, chamou André para fazer companhia na noite.
Ótima oportunidade para praticar o meu inglês, sentamos na mesa do bar que ele estava, e depois de uma hora descobri que sabia quase nada de inglês, e que o meu amigo Igor sabia mais do que ele, sendo que ele aprendeu inglês no vídeo-game (como costumamos dizer, o "Inglês Básico do Igor")
Tirando a vergonha alheia no inglês, gostei demais do Derek, e como o meu amigo André falou "os canadenses são uns fofos, eles são supereducados, simpaticos e atenciosos etc, etc, etc..." Pena que é casado com dois filhos, ele ficava mostrando a foto da esposa de 5 em 5 minutos.



A noite seguindo nós tirando foto de tudo, experimentamos chiclete canadense, apareceu uma amiga que ajudou na tradução  e no final, eu com o meu péssimo inglês, deixei ele no hotel onde estava hospedando.
Bem, duas coisas e certa. Tenho que estudar mais inglês, e tenho que conhecer o Canada...
Só isso
Fui...


galera da cidade com o canadense


tentado conversar em inglês


eu é o Derek.


Ps: Uma duvida, A Luiza continua no Canada?

5 comentários:

  1. tb tenho muita vontade de conhecer o Canadá ... ah! se tenho ...

    ResponderExcluir
  2. Também quero ir p canada vamos p lá eu vc e a Luiza ahsuahsuasa

    ResponderExcluir
  3. Pela cara, o gringo é gente fina! Curti as fotos! Hugz, man!

    ResponderExcluir
  4. Valeu, guri! Boa quinta pra ti, Teago! Hugz!

    ResponderExcluir
  5. Uhu! Moi aussi...

    Eu não sei nada (rien de rien!) de inglês. Estudo francês na faculdade, que está em greve, e escuto muita música. Compreendo melhor os franco-canadenses do que os franceses e quero muito, muito mesmo, conhecer o Canadá. Seu novo amigo parece bastante legal mesmo, ainda mais por amar tanto a família. =)

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir

Comenta alguma coisa ai...